Dia 28/03: “GONZAGUINHA: O Eterno Aprendiz” na Sala Baden Powell, em Copacabana

Dia 28/03: “GONZAGUINHA: O Eterno Aprendiz” na Sala Baden Powell, em Copacabana

 

Depois de fazer sucesso em apresentações no interior de Minas,  Salvador, São Paulo, Belo Horizonte, São Luís do Maranhão e Brasília, chega ao Rio de Janeiro, o espetáculo “GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ”, onde a vida e a obra deste poeta maior, que nos deixou há 27 anos, será apresentada pelo ator Rogério Silvestre e sua banda, com participação especialíssima do guitarrista FREDERA que tocou por muitos anos com Gonzaguinha,  em única apresentação na Sala Municipal Baden Powell ( Av. Nossa Senhora de Copacabana 360 ), no dia 28 de março 2018, 4af 19h, com ingressos a R$ 50,00 /R$ 25,00 ( estudantes e idosos com mais de 60 anos).

 

“GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ” homenageia a trajetória de um dos maiores artistas populares do país tendo como ponto de partida exatamente suas principais ferramentas de trabalho: a música e a palavra.No palco, o ator Rogério Silvestre dá vida ao personagem central, o próprio Gonzaguinha, interpretando um texto poético que passeia por momentos marcantes da vida do cantor e compositor carioca; como a infância no Morro de São Carlos (RJ), os primeiros passos na carreira artística, os embates com a ditadura militar e a relação conflituosa com o pai, o rei do Baião, Gonzagão.Intercalada à dramaturgia, são interpretadas 16 canções de Gonzaguinha: “Explode Coração”, “Recado”, “Começaria Tudo Outra Vez”, “Moleque”, “Sangrando”, “O Que é o Que é?”, “Ponto de Interrogação”, “Eu Apenas Queria Que Você Soubesse”, “Com a Perna no Mundo” são algumas canções que são apresentadas durante o show.Para tal, o espetáculo conta com uma banda formada por dois cantores e cinco músicos, propondo um diálogo enriquecedor entre produção artística e vida pessoal e profissional.Os temas que integram o musical também evidenciam como o compositor, numa constante busca, foi um dos poucos a falar com tanto domínio poético e olhar crítico sobre o morro, as questões sociais e o amor, recorrendo sempre a diferentes linguagens e ritmos, como o samba, o bolero e o baião.A banda conta com os experientes instrumentistas Rafael Toledo, Omar Fontes, Peter Mesquita, Alcione Ziolkowski e Buga. Já nos vocais estão, Bruna Moraes, com sua interpretação e voz arrebatadoras, e o mineiro Paulo Francisco (Tutuca), que carrega sua filiação musical não apenas no timbre semelhante ao do homenageado, mas também pelo fato de seu pai, o guitarrista Fredera, e tio, o pianista Wagner Tiso, terem acompanhado Gonzaguinha nos palcos.Depois de estrear em Minas e passar por temporada no Teatro Brigadeiro e Teatro Eva Wilma, em São Paulo, o espetáculo foi consagrado em 2013, com quatro temporadas de casa lotada no Teatro Jorge Amado, em Salvador, duas temporadas em São Luís do Maranhão, temporada de sucesso em Brasília e uma temporada, também de sucesso, em Belo Horizonte.GonzaguinhaLuiz Gonzaga do Nascimento Junior, nascido em 1945, está certamente no time dos maiores artistas brasileiros.Sua música – de refinada composição, mas sem perder de vista a rica cultura popular que lhe serviu de base – deu voz tanto às angústias de um país, durante os anos de chumbo sob a Ditadura Militar, quanto às paixões arrebatadoras que fazem o coração explodir.Seus sambas, de inspiração contagiante, à exemplo de “O Que é, o Que é?”, são um retrato fiel da alma brasileira.Com a vida e a carreira interrompidas precocemente num acidente de carro em 1991, Gonzaguinha teve sucessos interpretados nas vozes de Elis Regina, Maria Bethânia e Raimundo Fagner, dentre muitos outros.Nos últimos anos, sua contribuição à música brasileira tem sido revalorizada com o lançamento de filmes e livros que enaltecem sua obra.

O musical “GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ” cumpre, dessa forma, um papel essencial na difusão da memória do artista para diferentes públicos do país.

 

Serviço:
“GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ”
Ideia original: Kleber Lincoln e Amaury Vieira
Dramaturgia: Gildes Bezerra
Direção: Breno Carvalho.
Com o ator Rogério Silvestre e os músicos Rafael Toledo, Omar Fontes, Peter Mesquita, Alcione Ziolkowski e Buga.
Vocais: Bruna Moraes e o Paulo Francisco (Tutuca)
Data: Dia 28 de Março/2018
Quarta-feira, 19h.
Local: Sala Municipal Baden Powell
Av. Nossa Senhora de Copacabana, nº 360 – Copacabana
Capacidade: 489 lugares  
Preço dos Ingressos: R$ 50,00 / R$ 25,00 ( idosos a partir de 60 anos, estudantes, moradores de Copacabana e usuários do MetroRio).
Venda de ingressos na bilheteria do teatro ou pela Ticket Mais
Duração: 80 minutos
Classificação: 14 anos
Gênero: Show Musical
Maiores informações: João Luiz Azevedo Tel. 21 – 98481-0933

784 total views, 6 views today

Dia 28/03: "GONZAGUINHA: O Eterno Aprendiz" na Sala Baden Powellem Copacabana
Comentários (0)
Add Comment