Header

GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ ESPECIAL DE NATAL nos dias 22 e 23/12/2018 – Copacabana

0 30
Avalie:
GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ ESPECIAL DE NATAL nos dias 22 e 23/12/2018 – Copacabana
5 (100%) 2 votes

GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ ESPECIAL DE NATAL nos dias 22 e 23/12/2018 – Copacabana

Depois de um estrondoso sucesso, onde foi aplaudido por quase 15.000 pessoas, em suas apresentações no Teatro João Caetano, durante os meses de setembro e novembro, onde teve diversas vezes LOTAÇÃO ESGOTADA e no Teatro dos Grandes Atores em outubro, o espetáculo musical GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ fará suas 02 ultimas apresentações deste ano de 2018, nos dias 22 e 23 de dezembro/2018, onde tudo começou aqui no RJ, na Sala Municipal Baden Powell, em Copacabana.

A primeira apresentação de GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ na Cidade Maravilhosa, foi na Sala Baden Powell, no dia 28/03. Naquela data, além do teatro Lotado, o espetáculo teve como convidados super especiais os músicos Wagner Tiso, Fredera e o baterista Robertinho Silva que tocaram com o próprio Gonzaguinha, durante sua curta carreira artística.

Foi realmente uma noite especial, certamente uma das noites mais emocionantes da minha vida, lembra o ator Rogério Silvestre, protagonista do espetáculo.

“Nossa primeira apresentação no Rio na sala Baden Powel, era um sonho a ser realizado já que tínhamos passado por várias capitais no Brasil, e minha intuição dizia que eu só iria pro Rio no momento certo. Demorei 6 anos pra apresentar o espetáculo no Rio. Pois, numa noite incrível pra mim, pois eu me formei no Rio como ator e tive que sair daí por problemas pessoais,  eu disse pra mim mesmo que só voltaria ao RJ se fosse pra fazer sucesso, e esse dia chegou naquela noite do dia 28/03, casa cheia com participações especiais, amigos do Gonzaguinha na platéia,  tudo parecia perfeito, foi uma catarse e fiquei em êxtase depois da apresentação foi uma noite cheia de emoções,  um dos momentos mais marcantes da minha carreira e da minha vida”.

E para comemorar esse momento de sucesso do espetáculo aqui no RJ, é que farão essas 02 ultimas apresentações, nos dias 22 e 23 de dezembro, na Sala Municipal Baden Powell, de GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ – ESPECIAL DE NATAL onde apresentarão algumas surpresas e novidades.

“Certamente, tocaremos uma música nova (no roteiro) nessa apresentação. Qual será, só saberá quem for assistir a essas 02 apresentações comemorativas”, informa Rogério Silvestre.

Em janeiro/2019, o espetáculo voltará em cartaz, no mesmo teatro João Caetano, para a mais longa temporada em sua carreira de sucesso: 02 meses – janeiro e fevereiro, de 6af a domingo – em um teatro de 1220 lugares.  

O Espetáculo:

O musical GONZAGUINHA: O ETERNO APRENDIZ mostra a história de um dos maiores compositores e intérpretes brasileiros, que nos deixou há 27 anos e tem como ponto de partida exatamente suas principais ferramentas de trabalho; a música e a palavra.  

No palco, o ator Rogério Silvestre dá vida ao personagem central, o próprio Gonzaguinha, interpretando um texto poético que passeia por momentos marcantes da vida do cantor e compositor carioca; como a infância no Morro de São Carlos (RJ), os primeiros passos na carreira artística, os embates com a ditadura militar e a relação conflituosa com o pai, o rei do Baião, Gonzagão.

O espetáculo é uma versão poética da vida e obra do cantor e compositor Gonzaguinha e conta, além do ator Rogério Silvestre, os cantores Bruna Moraes com sua interpretação e voz arrebatadoras, e o mineiro Paulo Francisco (Tutuca), que carrega sua filiação musical não apenas no timbre semelhante ao do homenageado, mas também pelo fato de seu pai, o guitarrista Fredera, e tio, o pianista Wagner Tiso, terem acompanhado Gonzaguinha nos palcos e os experientes instrumentistas Rafael Toledo (Guitarra, violão e voz), Alcione Ziolkowski (bateria), Omar Fontes (teclados), Buga Júnior (sax, flauta e cavaquinho) e Dudu Dias (baixo). Participações esporádicas dos cantores Valdeir Valença, Jack Rocha, Ana Martins e Ninah Jô.

O espetáculo apresenta 16 canções assinadas pelo próprio Gonzaguinha – “Explode Coração”, “Recado”, “Começaria Tudo Outra Vez”, “Moleque”, “Sangrando”, “O Que é o Que é?”, “Ponto de Interrogação”, “Eu Apenas Queria Que Você Soubesse”, “Com a Perna no Mundo”, “Grito de Alerta”, “De Volta ao Começo”, “Palavras”, “É”, “Diga Lá, Coração”, “Espere por Mim, Morena” e “Vamos a Luta” – que misturam xote, samba, baião e música romântica que foram gravadas pelos maiores nomes da nossa MPB, como Maria Bethânia, Simone, Joanna, Zizi Possi, Raimundo Fagner, Ângela Maria, Cauby Peixoto  e o próprio Wagner Tiso que já participou algumas vezes do espetáculo, inclusive no dia da morte da cantora Angela Maria, no domingo, dia 30/09, homenageou a cantora, tocando ao teclado a canção “Começaria Tudo Outra Vez” que foi gravada por ele, com ela e seu maior parceiro musical, Cauby Peixoto, em 1991.

Com o intuito de preservar a memória desse ícone da MPB, o espetáculo apresenta passagens da vida do artista que iniciou sua trajetória na década de 60 em meio aos tropeços da ditadura militar e seguiu cantando seus amores e anseios pela vida.

Os temas que integram o musical também evidenciam como o compositor, numa constante busca, foi um dos poucos a falar com tanto domínio poético e olhar crítico sobre o morro, as questões sociais e o amor, recorrendo sempre a diferentes linguagens e ritmos, como o samba, o bolero e o baião.

Sua música – de refinada composição, mas sem perder de vista a rica cultura popular que lhe serviu de base – deu voz tanto às angústias de um país, durante os anos de chumbo sob a Ditadura Militar, quanto às paixões arrebatadoras que fazem o coração explodir.

Seus sambas, de inspiração contagiante, à exemplo de “O Que é, o Que é?”, são um retrato fiel da alma brasileira.

Como bem escreveu o crítico do jornal O Globo, Leonardo Bruno:

“Gonzaguinha é um personagem que gera um fascínio impressionante. Morto aos 45 anos, em 1991, deixou obra extensa e alinhada com os anseios de sua geração, mas que ainda encontra eco quase três décadas depois — prova disso é que, nos últimos seis anos, sua figura virou peça de teatro, filme/série, enredo de escola de samba e ganhou homenagem no Prêmio da Música. O musical “Gonzaguinha — O eterno aprendiz”, demonstra profunda admiração e respeito pela obra e pelo artista.

A concepção de Kleber Lincoln e Amaury Vieira propõe dois espetáculos independentes: em um deles, um ator vive Gonzaguinha em monólogo; no outro, três cantores e uma banda revivem os sucessos do compositor.

O espetáculo ganha com a entrada em cena da banda, que relembra com competência o inspirado repertório de Gonzaguinha. Os cantores Rafael Toledo e Paulo Francisco Tiso conseguem bons momentos de comunicação com a plateia, mas é a voz de Bruna Moraes que eleva a eletricidade no palco. A ela coube tarefa desafiadora: reler canções que ficaram marcadas nas interpretações de Elis Regina e Maria Bethânia. A cantora mostra presença de palco e sobressai como o grande destaque do musical.

A intenção de homenagear Gonzaguinha é louvável, e a execução de seu repertório já garante momentos de catarse. “Gonzaguinha — O Eterno Aprendiz” é bem-sucedido como um show-tributo ao compositor.”

                                               

Concepção do espetáculo: Dr Kleber Lincoln e Maestro Amaury Vieira.

Texto: Gildes Bezerra.

Com o ator Rogério Silvestre, os cantores Paulo Francisco ‘Tutuca’ e Bruna Moraes e os músicos Rafael Toledo (Guitarra, violão e voz), Alcione Ziolkowski (bateria), Omar Fontes (teclados), Buga Júnior (sax, flauta e cavaquinho) e Dudu Dias (baixo). Participações esporádicas dos cantores Valdeir Valença, Jack Rocha, Ana Martins e Ninah Jô.

Diretor Musical: Rafael Toledo.

Diretor Teatral: Breno Carvalho.

Produção, Assessoria de Imprensa e Marketing: João Luiz Azevedo

Realização: Boca Fechada Produções Artísticas e Rogério Silvestre Produções.    

Duração: 80 minutos

Classificação: 14 anos

Gênero: Show Musical

Sala Municipal Baden Powell

Av. Nossa Senhora de Copacabana 360

Dias 22 e 23 de Dezembro/2018

Sábado 20h e Domingo 19h

Preço dos Ingressos: R$ 60,00 / 30,00

RESERVE SEUS INGRESSOS COM O PRODUTOR JOÃO LUIZ AZEVEDO PELO ZAP: (21) 99731-0933 E PAGUE APENAS R$ 30,00

335 total views, 13 views today

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.