Recicla Orla promove troca de materiais recicl√°veis por dinheiro nesta sexta em Copacabana

0
42
Recicla Orla promove troca de materiais recicl√°veis por dinheiro nesta sexta em Praia de Copacabana

Recicla Orla promove troca de materiais recicl√°veis por dinheiro nesta sexta em Praia de Copacabana

A ação marca a ampliação do projeto, que já reciclou mais de 150 toneladas de resíduos, para todos os quiosques da zona sul carioca

Rio de Janeiro, 4 de junho de 2021 РNeste mês, o Recicla Orla, projeto criado pela concessionária Orla Rio em parceria com a startup de sustentabilidade Polen, vai ampliar a instalação de pontos de entrega voluntária de materiais recicláveis (PEVs) para todos os quiosques da zona sul carioca. A nova fase do projeto conta com o apoio do iFood, que será responsável por viabilizar a expansão da iniciativa.

O pontapé desta ampliação do Recicla Orla será a instalação do primeiro ponto de coleta em Copacabana, acompanhada de uma ação de troca de resíduos por dinheiro. O objetivo é mostrar, na prática, que o material tido como lixo também tem seu valor comercial. A cada quilo de material reciclável entregue serão pagos R$ 5 para quem depositar o material (limite de 10 quilos por CPF). A ação acontecerá nesta sexta (04/06), das 9h às 16h, no quiosque Botequim Carioca.

“O ato de sexta √© uma a√ß√£o simb√≥lica para mostrar o quanto a nossa economia deixa de circular quando n√£o √© dado o devido tratamento aos res√≠duos que geramos. Queremos disseminar, ainda mais, a import√Ęncia do descarte de materiais em locais apropriados e do trabalho de coleta e reciclagem, que beneficiam milhares de fam√≠lias e contribuem para a preserva√ß√£o do meio ambiente. O lixo gerado nas praias e orlas √© extremamente perigoso, j√° que a maior parte acaba indo para os oceanos, prejudicando n√£o s√≥ a biodiversidade mar√≠tima, como n√≥s, que dependemos dela”, diz¬†Jo√£o Marcello Barreto, presidente da Orla Rio, concession√°ria que administra os quiosques entre o Leme e o Pontal.

Publicidade

Atualmente, existem 24 pontos de entrega volunt√°ria nos quiosques das praias de Ipanema e Leblon, nos quais j√° foram coletadas mais de 150 toneladas de res√≠duos s√≥lidos, evitando a emiss√£o do equivalente a 86 toneladas de CO¬≤ no ambiente. Com a expans√£o do projeto, que s√≥ foi poss√≠vel gra√ßas ao apoio financeiro do iFood e √† parceria da Polen, todos os quiosques entre o Leme e o Mirante do Leblon funcionar√£o como pontos de coleta, aumentando para 56 o n√ļmero de PEVs.

Após a instalação dos novos pontos de coleta e o fim da pandemia, com as praias voltando a ser frequentadas, a expectativa é recolher 200 toneladas de resíduos por mês.

“No iFood, temos a meta ambiciosa de zerar a polui√ß√£o de pl√°stico nas nossas opera√ß√Ķes de delivery at√© 2025. Tudo o que n√£o conseguirmos evitar, iremos reciclar. Por isso, a parceria com o Recicla Orla √© t√£o importante nesse processo”, comenta¬†Gustavo Vitti, vice-presidente de Pessoas e Solu√ß√Ķes Sustent√°veis do iFood. “Estamos falando de centenas de toneladas de material recicl√°vel e, juntos, vamos garantir a correta destina√ß√£o”.

Com o Recicla Orla, todo esse material coletado nos PEVs ser√° reciclado, retornando ao ciclo de produ√ß√£o. √Č uma revolu√ß√£o na maneira como os res√≠duos das praias e seu entorno s√£o tratados hoje. Todo o processo de reciclagem √© rastre√°vel pela tecnologia blockchain, o que permite √†s empresas comprovar a realiza√ß√£o da log√≠stica reversa e cumprir com a legisla√ß√£o em vigor.

Já a plataforma desenvolvida pela Polen possibilita que, tanto o cidadão que deposita seu lixo, como as empresas que adquirem créditos de logística reversa, saibam o destino dos resíduos coletados e no que se transformaram.

Guardi√Ķes da Orla
Esse segundo ano do Recicla Orla contar√° ainda com o refor√ßo dos Guardi√Ķes da Orla, que far√£o um trabalho de sensibiliza√ß√£o junto aos barraqueiros e √†s escolinhas de esportes, que t√™m papel fundamental na dissemina√ß√£o do projeto para mais frequentadores das praias.

Cada barraqueiro e escolinha localizada entre o Leme e o Mirante do Leblon ganhar√° uma bag do projeto para estimular a separa√ß√£o e o descarte adequado dos res√≠duos entre seus clientes e alunos, respectivamente. Periodicamente, a bag ser√° recolhida pelos guardi√Ķes e enviada para as cooperativas de reciclagem.

“Queremos devolver o protagonismo de cidade sustent√°vel ao Rio de Janeiro. √Č o munic√≠pio que sediou a Eco-92 e a Rio+20, por exemplo, iniciativas de sustentabilidade global, que tem, portanto, esse tema como prioridade ao longo das √ļltimas d√©cadas. Al√©m disso, precisamos cuidar das praias cariocas, um dos principais ativos n√£o s√≥ da cidade, mas do Brasil”, explica¬†Renato Paquet, CEO e fundador da Polen.

‚ÄÉ
Sobre o Recicla Orla
O Recicla Orla √© um projeto de sustentabilidade de coleta e reciclagem de res√≠duos s√≥lidos descartados na orla do Rio. Criado em parceria com a Polen, startup de sustentabilidade, o projeto consiste na coloca√ß√£o, gest√£o e opera√ß√£o de pontos de entrega volunt√°ria localizados nos quiosques da orla. Com 24 pontos, em um ano, o Recicla Orla reciclou mais de 138 toneladas de mat√©rias, sendo 44 de pl√°sticos, 51 de pap√©is e 35 de vidros. Mais informa√ß√Ķes:¬†www.reciclaorla.com.br/

Sobre a Orla Rio
A Orla Rio √© a concession√°ria respons√°vel por administrar e revitalizar os 309 quiosques e 27 postos de salvamento da orla mar√≠tima carioca. At√© 2018, a concession√°ria investiu mais de 133 milh√Ķes de reais em obras para proporcionar aos cariocas e turistas uma nova experi√™ncia de consumo √† beira-mar, com diversas op√ß√Ķes de gastronomia, deixando um importante legado para a cidade. Mais informa√ß√Ķes:¬†www.orlario.com.vc

Sobre a Polen
A Polen foi fundada em 2017, pelo ecólogo Renato Paquet, que atualmente também é Diretor Presidente de Cleantechs da Associação Brasileira de Startups (ABSTARTUPS) e membro do Conselho de Competitividade do Sistema FIRJAN, e por seu sócio, Lucas Sarmento, economista e especialista em tecnologia blockchain. www.brpolen.com.br/

Sobre o iFood
O iFood, refer√™ncia em delivery online de comida na Am√©rica Latina, tem 60 milh√Ķes de pedidos mensais. H√° dez anos no mercado, a empresa de origem brasileira est√° presente tamb√©m na Col√īmbia. Atua junto aos parceiros com iniciativas que re√ļnem intelig√™ncia de neg√≥cio e solu√ß√Ķes de gest√£o para os cerca de 270 mil restaurantes cadastrados em mais de mil cidades em todo o Brasil. O iFood conta com importantes investidores, como a Movile, l√≠der global em marketplaces m√≥veis, e a Just Eat, uma das maiores empresas de pedidos online do mundo.

Publicidade

Deixe seu coment√°rio:

Por favor digite seu coment√°rio!
Por favor, digite seu nome aqui