Tragédia de Brumadinho: seminário vai debater aprendizados e desafios 

0
71
brumadinho
brumadinho
5/5 - (2 votes)

Tragédia de Brumadinho: seminário vai debater aprendizados e desafios 

 

 

O semin√°rio ‚ÄúBrumadinho: vis√Ķes da cidade quatro anos depois do rompimento da barragem da Vale — aprendizados e desafios‚ÄĚ acontece no dia 1¬ļ de dezembro (quinta-feira), na Faculdade ASA de Brumadinho

 

 

O semin√°rio ‚ÄúBrumadinho: vis√Ķes da cidade quatro anos depois do rompimento da barragem da Vale — aprendizados e desafios‚ÄĚ vai reunir especialistas para um debate sobre a trag√©dia no pr√≥ximo dia 1¬ļ de dezembro (quinta-feira), na Faculdade ASA de Brumadinho. O evento √© uma iniciativa do Legado de Brumadinho, um projeto lan√ßado em 2022 para promover a√ß√Ķes voltadas √† defesa da seguran√ßa do trabalho, j√° que o rompimento da barragem Mina C√≥rrego do Feij√£o √© considerado a maior trag√©dia trabalhista da Am√©rica Latina. Al√©m disso, o projeto desenvolve a√ß√Ķes para a constru√ß√£o de oportunidades de desenvolvimento para a cidade e regi√£o, incluindo a cultura e a arte.

 

O seminário pretende trazer à luz as consequências de uma tragédia que deixou 272 vítimas fatais, sendo que a maior parte trabalhava na mineradora Vale, proprietária da barragem de rejeitos de minério que se rompeu em 25 de janeiro de 2019. Do total de vítimas, 250 pessoas trabalhavam para a Vale, das quais 131 eram empregadas diretas da empresa e 119 eram funcionárias terceirizadas.

 

O economista e ambientalista Sérgio Besserman, membro do Conselho Diretor da ONG WWF e coordenador estratégico no The Climate Reality Project (projeto dirigido por Al Gore no mundo), é um dos participantes do painel. Na mesa de debates, também estarão presentes dois representantes da Procuradoria Regional do Trabalho de Minas Gerais, prof. Geraldo Emediato de Souza e Luciana Marques Coutinho, o secretário-adjunto de meio ambiente de Brumadinho, Wagner Rodrigues, Dr. Jorge Patrício de M. A. Filho, Advogado e Prof. Ms. de Direito Penal da Faculdade Asa de Brumadinho, e a presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem Mina Córrego do Feijão (AVABRUM), Alexandra Andrade.

 

A ideia √© que o semin√°rio contribua para promover a reflex√£o de um conjunto de aspectos relacionados √† trag√©dia, como as consequ√™ncias do rompimento do ponto de vista social, ambiental e econ√īmico, os aprendizados nascidos da perda de 272 vidas e os desafios de se reerguer uma cidade devastada por um tsunami de rejeitos de min√©rio de ferro.

 

Al√©m disso, o evento ser√° um momento de reafirma√ß√£o da luta da AVABRUM – idealizadora do Projeto Legado de Brumadinho — por Justi√ßa, para que os respons√°veis pela trag√©dia sejam presos; pelo Encontro de todas as Joias, como carinhosamente s√£o chamadas as v√≠timas; e pela Mem√≥ria, para que trag√©dias como a que ocorreu na Mina C√≥rrego do Feij√£o nunca mais se repitam.

 

SERVIÇO

 

Semin√°rio ‚ÄúBrumadinho: vis√Ķes da cidade quatro anos depois do rompimento da barragem da Vale — aprendizados e desafios‚ÄĚ

Local: Faculdade ASA de Brumadinho

Endere√ßo: Rod. MG 040, 49 — S√£o Sebasti√£o, Brumadinho.

Quando: 1 de dezembro, quinta-feira

Hor√°rio: 19h15

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here