Estratégias para controlar os sintomas da dermatite atópica

0
69
Estratégias para controlar os sintomas da dermatite atópica
Estratégias para controlar os sintomas da dermatite atópica
5/5 - (1 vote)

Estratégias para controlar os sintomas da dermatite atópica

Aprenda a controlar os sintomas da dermatite atópica para aumentar a qualidade de vida 

A dermatite atópica é uma doença que afeta a pele e é considerada um tipo de eczema. Sua incidência é maior em crianças (geralmente se manifesta na infância e tem remissão na adolescência) do que em adultos. Além disso, é um problema que permanece durante toda a vida da pessoa. Mas é possível manter a doença controlada com mudanças nos hábitos e com o uso de medicamentos.

Ela se caracteriza pela pele naturalmente mais seca e pela coceira intensa, o que pode levar à formação de feridas e infecções. Embora isso leve alguns a pensar que é um quadro contagioso, não é o caso. As dobras do corpo são as regiões mais acometidas, como joelhos e pescoço.

Essa doença genética deixa a pele mais sensível e predisposta a infecções e inflamações. O paciente pode apresentar períodos de melhora e outros de recaídas, com intervalos de semanas, meses ou até anos entre crises. E é justamente a hidratação corporal que vai ajudar a fortalecer a barreira de proteção desse paciente. 

Quais os sintomas da dermatite atópica?

O principal sintoma dessa doença é a pele extremamente seca e com prurido importante, que pode levar a lesões escoriadas. É um problema que pode causar bastante desconforto para o paciente. Alguns dos sintomas são: 

  • coceira;
  • pele inchada;
  • pele sensível e vermelha;
  • descamação da pele por causa do ressecamento;
  • surgimento de pequenas bolhas;
  • feridas pelo ato de coçar constantemente;
  • mudança da cor da pele em algumas áreas;
  • áreas espessas que podem ocorrer depois de uma irritação ou coceira prolongada.

Como controlar a dermatite atópica?

Não se preocupe, é possível controlar a dermatite atópica mudando alguns hábitos da sua rotina. Como é uma doença genética e afeta membros da mesma família, pode ser que você também tenha rinite alérgica e outros tipos de alergias.

 

Justamente por ter fundo alérgico, a doença pode ser desencadeada por alérgenos, ou seja, partículas que causam alergia. Outro fator que pode contribuir para a manifestação do problema é o estresse. Para controlar a dermatite atópica, é só seguir os passos apresentados na sequência.

Banhos quentes

Uma pessoa com dermatite atópica tem a camada lipídica da pele prejudicada, dessa forma, sua proteção cutânea fica comprometida. Isso pode deixar a pele ainda mais ressecada com banhos quentes.

Por ser prejudicial a esse tipo de pele, banhos em temperaturas muito altas devem ser evitados e você pode preferir banhos mornos e gelados, que vão repor a hidratação do seu corpo e evitar que algumas áreas fiquem ainda mais espessas.

Evite roupas ásperas e sintéticas

Para se sentir confortável, é melhor priorizar roupas macias, que permitam a pele transpirar e não sejam muito quentes. Roupas que irritam a pele e fazem o corpo suar causam coceira e devem ser evitadas. Por isso:

  • escolha tecidos maleáveis e mais agradáveis ao toque, como os de algodão, linho e seda;
  • evite tecidos que pinicam, como a lã. Além da textura áspera, ela também pode esquentar bastante;
  • evite tecidos sintéticos, como poliéster e acrílico. Eles não absorvem o suor e nem deixam a pele respirar.

Hidratação regular

A base para o tratamento da dermatite atópica é a hidratação regular. Com a doença, a barreira de proteção fica prejudicada e sua pele não vai mais reter a água necessária para manter a hidratação. Hidratar bem o corpo vai ajudar a controlar a coceira, o ressecamento da pele e a evitar qualquer tipo de lesão e infecções. 

Mas qual tipo de hidratante você pode escolher? O ideal é procurar aqueles que possuem em sua composição óleos vegetais, como manteiga de karité, e ativos calmantes, como camomila, além daqueles que atuam regenerando a pele.

E você sabia que escolher o sabonete certo também pode fazer toda a diferença? Aqueles indicados para pele sensível ou para pele de bebê são os ideais. Verifique os ingredientes e procure os hidratantes.

Consultas regulares com o dermatologista

Se você tem dermatite atópica, com certeza precisa de acompanhamento com um médico dermatologista. Só ele poderá fazer o diagnóstico certo e indicar o melhor tratamento para o seu caso. 

E como é feito o tratamento para dermatite atópica? Basicamente com medicamentos, como pomadas e cremes tópicos, ativos anti-inflamatórios e anti-histamínicos e outros.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here