Screenshot: como se proteger de capturas de dados sensíveis

Recurso presente em smartphones e computadores é útil, mas deve ser usado com cautela, para fins pessoais e de trabalho.

0
118
Screenshot como se proteger de capturas de dados sensíveis
Screenshot como se proteger de capturas de dados sensíveis
5/5 - (3 votes)

Screenshot: como se proteger de capturas de dados sensíveis

Recurso presente em smartphones e computadores é útil, mas deve ser usado com cautela, para fins pessoais e de trabalho

 

É bastante provável que você já tenha encaminhado dados pessoais para uma pessoa usando captura de tela no lugar de digitar as informações. Embora o uso de aplicativos como VPN para Windows seja menos comum em smartphones pessoais, comparada a computadores corporativos, essa prática é recomendada para reduzir as chances de vazamento de dados via captura de tela.

 

O screenshot, popularmente conhecido como “print da tela” é um recurso que pode ser útil em diferentes situações, exatamente por facilitar o registro de várias informações em conjunto. Por um lado, fica mais prático compartilhar dados para alguém que irá fazer uma transferência bancária, mas, por outro, torna o usuário mais vulnerável em caso de ataques cibernéticos.

 

Neste artigo, você confere as principais recomendações de segurança na hora de capturar uma tela em diferentes dispositivos, as vantagens de usar aplicativos como VPN e como aumentar cada vez mais a proteção online sem deixar de usar recursos práticos, como o screenshot.

Oculte dados sensíveis na tela

Aplicativos de bancos e cartões de uso pessoal contam com a opção de ocultar as informações da tela, como saldo bancário, número de cartão e nome completo. Essa opção é útil para dar mais privacidade ao usar esses apps em público e aumentar a segurança na hora de fazer uma captura de tela.

 

Se o aplicativo não possui essa opção, faça uso de apps como editores de imagem, borrando informações que possam ser utilizadas para fins negativos. Se o objetivo da captura da tela for alguém utilizar esses dados, opte pela visualização única, impedindo que a imagem seja repassada após o recebimento pelo destinatário.

Ative a verificação de duas etapas em aplicativos

Ainda considerando aplicativos de bancos e cartões, é possível ativar a autenticação de duas etapas para liberar a exibição de informações ocultas na tela. A autenticação pode ser feita por meio de senha, biometria ou reconhecimento facial. Ela permite que você identifique caso alguém acesse uma conta pessoal de um dispositivo não reconhecido.

Faça capturas somente quando necessário

Por padrão, na maioria dos sistemas operacionais, as capturas de tela ficam salvas na galeria do dispositivo. Hoje em dia, até mesmo aplicativos de bancos acabam tendo acesso aos arquivos armazenados no aparelho, mediante autorização do usuário. Isso pode se tornar um risco em caso de instalação de aplicativos não confiáveis, que tenham acesso às imagens da galeria, incluindo capturas de tela.

 

Como forma de evitar que você tenha dados sensíveis interceptados por terceiros mal-intencionados, faça prints de tela só quando necessário. Prefira enviar informações como CPF, dados bancários e números de cartão contidos em capturas de tela no modo temporário.

Use recursos de segurança como VPN

Atualmente, é bastante fácil encontrar serviços de VPN com interfaces intuitivas, que funcionam no Windows, sistema usado pela maioria das pessoas, mas também em iOS e Android. Ao criptografar a sua conexão com a internet por uma rede privada virtual, a VPN dificulta que terceiros tenham acesso ao tráfego dos seus dados, juntamente com arquivos.

 

Entre os diversos recursos oferecidos por VPN, também é possível bloquear a ferramenta de captura de tela ou permitir o uso somente em aplicativos confiáveis. O uso de um antivírus em conjunto com um aplicativo de VPN de empresas recomendadas aumenta a camada de proteção online tanto em computadores quanto em dispositivos móveis.

 

Outra opção de segurança dentro de uma VPN é a restrição de compartilhamento de arquivos, incluindo a captura de tela. Nesse caso, o usuário pode autorizar o compartilhamento para contatos específicos ou exigir uma confirmação de senha ou código de segurança para que o compartilhamento seja feito para fora do ambiente virtual.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here