Conheça a história do Carnaval no Rio de Janeiro

A história da celebração começa no século XIX e sofre mudanças até chegar ao modelo conhecido hoje.

0
112
Conheça a história do Carnaval no Rio de Janeiro
Conheça a história do Carnaval no Rio de Janeiro
5/5 - (1 vote)

Conheça a história do Carnaval no Rio de Janeiro

A história da celebração começa no século XIX e sofre mudanças até chegar ao modelo conhecido hoje.

O Brasil é conhecido internacionalmente como o país do Carnaval, que atrai milhares de turistas todos os anos. Composto por blocos de rua, festas fechadas e desfiles de escolas de samba, o evento surgiu há muitas décadas e sofreu diversas mudanças até tornar-se o que é hoje.

As principais representantes da festividade são as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, onde se concentram os principais desfiles, transmitidos ao vivo pela televisão. Por esse motivo, é comum que muitos brasileiros se programem para viajar para o Rio de Janeiro durante a época. Abaixo, você confere curiosidades sobre o tema.

Onde tudo começou?

Séculos atrás, os gregos já usavam o Carnaval para homenagear os deuses. Depois, os romanos deram continuidade a esse modelo de comemoração até ele chegar à Igreja Católica.

Com o catolicismo, o Carnaval passou a ser celebrado nas datas mantidas até hoje. O cálculo é simples: a festa acontece nos quatro dias que antecedem a Quarta-feira de Cinzas, podendo se estender, dependendo da cidade e da forma de celebrar.

A partir dessa popularização entre os católicos, que representam a maioria no Brasil, o Carnaval foi celebrado no Rio de Janeiro, ainda em 1840. As primeiras comemorações foram embaladas ao som de valsa e polca. O samba, que se tornou símbolo da festividade, foi introduzido apenas em 1917.

Qual é o início das escolas de samba?

A partir de 1917, o samba passou a ser o gênero musical mais associado ao Carnaval brasileiro. No entanto, ele surgiu na África e chegou ao Brasil pelos escravos, ainda na época colonial. Após o fim da escravidão, muitas pessoas libertadas estabeleceram-se nas cidades ao redor das fazendas, formando os grandes centros do samba atual.

Com o passar dos anos e a popularização do samba, compositores e músicos criaram algumas competições entre si, em que cada um apresentava o seu talento musical. Esses foram os primeiros passos para o desenvolvimento dos desfiles de escola de samba, que tiveram início em 1932.

Desde então, o modelo dos desfiles apenas avançou, chegando ao que é hoje: com passistas, ritmistas, rainhas de bateria e carros alegóricos. A cerimônia de notas também representa a evolução das competições, que fazem parte da história antiga e atual do Carnaval.

Como o samba ganhou as avenidas?

Como o Carnaval tornou-se tão popular a ponto de parar avenidas e fazer com que milhares de pessoas acompanhem os desfiles todos os anos? Até 1984, ele foi celebrado pelo povo no Rio de Janeiro, ocupando ruas comuns da cidade. Com o crescimento do evento, foi preciso construir um local adequado, que se tornou símbolo da festividade: o sambódromo.

Projetado por Oscar Niemeyer, o espaço tinha como objetivo fornecer estrutura para uma festa popular que crescia cada vez mais. A partir disso, foi possível fazer desfiles mais longos, incluir carros alegóricos e figuras importantes, como as rainhas de baterias, o mestre-sala e a porta-bandeira. Portanto, o crescimento do Carnaval tem dois responsáveis: o amor dos brasileiros e o investimento para tornar a festa ainda melhor.

Por que o carnaval é tão importante?

Após conhecer a história do Carnaval, fica fácil responder por que ele é tão importante. A celebração é um momento de retornar ao passado, valorizar o samba trazido pelos escravos, renovar tradições e manter a cultura do país viva. Tão válido quanto comemorar esse evento hoje, é lembrar o motivo dele existir e a maneira que ele chegou até o Brasil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here