10 possíveis causas para a sua dificuldade de pegar no sono

0
75
10 possíveis causas para a sua dificuldade de pegar no sono
10 possíveis causas para a sua dificuldade de pegar no sono
5/5 - (2 votes)

10 possíveis causas para a sua dificuldade de pegar no sono

Conheça algumas razões que podem estar afetando sua noite de sono

Não há dinheiro que compre uma boa noite de sono. Esse momento deve ser entendido como algo básico na vida de todo e qualquer ser humano, pois é quando o nosso corpo e a nossa mente podem se recuperar e descansar plenamente.

A questão é que nem sempre conseguimos dormir bem. São muitas as causas que podem dificultar o nosso sono, desde a ingestão de substâncias estimulantes, como o café, até mesmo o excesso de luminosidade advinda da tela do celular.

Sendo assim, hoje nós vamos lhe mostrar quais as principais razões que podem estar impedindo que você consiga dormir bem, bem como algumas dicas para reverter esse quadro e conseguir relaxar completamente.

Razões que atrapalham ou dificultam o sono

Ansiedade

Vivida pela maioria das pessoas nos dias de hoje, a ansiedade excessiva é um dos fatores que mais desencadeiam problemas na hora de dormir. A própria insônia está, muitas vezes, atrelada à ansiedade. Nesse caso, é imprescindível descobrir o que está por trás disso antes de partir para tratamentos e outras medidas.

Atividades estimulantes

Praticar atividades físicas de alto impacto, como corrida, jumping, natação, zumba ou mesmo musculação, durante a noite, pode acabar gerando alterações no sono por serem atividades estimulantes. O mesmo vale para situações de conflito (brigas e discussões) e quando estamos assistindo a um jogo, show ou debate.

Cafeína

O café é uma das bebidas mais ingeridas pelo brasileiro. Um dos motivos é que, devido à sua concentração de cafeína, ele aumenta a atenção da pessoa. Nesse sentido, é bem possível que aquele cafezinho que você toma a noite esteja, sim, te impedindo de dormir com facilidade.

Depressão

A depressão é um transtorno de ordem psicológica que pode resultar em desordens do sono, assim como o uso de alguns medicamentos para o tratamento da doença. Nesse caso, é importante que haja o acompanhamento especializado, evitando o prolongamento dos quadros de insônia.

Doenças

Problemas gastrointestinais, apneia do sono, síndrome das pernas inquietas, Alzheimer, Parkinson, transtorno do estresse pós-traumático, hiperatividade cerebral e menopausa são algumas condições de saúde que também podem interferir negativamente no sono.

Dormir de estômago cheio

Outra possibilidade do que pode estar atrapalhando sua hora de ir dormir é o hábito de se alimentar em grande quantidade durante a noite. Isso é ainda pior quando comemos alimentos pesados e de difícil digestão, como um churrasco ou feijoada.

Excesso de luminosidade

A luminosidade também pode ser um fator que está prejudicando o seu sono. Isso engloba não apenas a iluminação de lâmpadas, mas principalmente a luz branca emitida por telas de smartphones, tablets, computadores e até da TV.

Poluição sonora

Barulho de trânsito, sirenes, vozes de pessoas rindo e gritando, choro de criança, latidos e miados, brigas na vizinhança, barulho de reforma… São vários os sons que podem perturbar o nosso sono. Nesses casos, é preciso buscar formas de minimizá-los com barreiras físicas que consigam isolar tais sons e ruídos.

Medicações

Existem alguns remédios que podem ter como reação adversa a inibição do sono. Relaxantes musculares e analgésicos que têm cafeína na composição são exemplos disso. No entanto, essa interação vai depender muito do organismo de cada pessoa.

Mudanças na rotina

Vale lembrar que mudanças nos nossos hábitos diários também podem causar dificuldades de sono. Um novo horário para acordar, uma dieta menos calórica ou até mesmo a troca do colchão são exemplos disso. No entanto, vale lembrar que esse incômodo é passageiro e tem curta duração.

Como dormir bem?

Descobrindo a razão que está lhe impedindo de dormir bem, fica mais fácil encontrar a maneira correta de lidar com o problema em questão. Lembre-se de procurar um médico sempre que a causa for um problema de saúde ou o uso de medicamentos específicos.

Criar uma rotina em relação à hora que você vai dormir, estabelecendo horários fixos e dando um tempo nas telas é um bom exemplo do que fazer. Prefira se alimentar com comidas mais leves e faça as refeições respeitando o horário que você vai para a cama.

A meditação é uma grande ajuda para driblar a ansiedade, então tire um tempo para isso. Faça do seu quarto um ambiente propício para dormir, com organização e limpeza adequadas. Um banho relaxante antes de se deitar também pode ajudar na manutenção do sono.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here